O Outro Marco Polo, que viajou - talvez - com Fernão de Magalhães

A premissa inicial do projeto surge no contexto de uma iniciativa destinada a – e com a intervenção concreta de – uma turma do 3º ano do Agrupamento de Escolas Grão Vasco, como modelo para abordar e explorar as temáticas de território, multiculturalidade, e incentivo à leitura e à escrita. 

O desenvolvimento do conceito levou a que fosse alargado, posteriormente e nesta formulação, à totalidade das turmas do 3º e 4º anos do AEGV. Inspirada na obra conhecida por “Viagens de Marco Polo” e em “As Cidades Invisíveis” de Italo Calvino sobre as originais Viagens (…), propunha-se uma (ou múltiplas) sessões de conversa e exploração de conceitos e ideias, que resultariam num texto criativo e eminentemente inventivo, ainda que ancorado na possibilidade de descrição de “mundos” (“terras”, aldeias/cidades, países, etc.) desconhecidos mas que, potencialmente, existiriam e estariam ainda a ponto de serem descobertos. 

Ou seja, o aluno/participante coloca-se na pele de um descobridor/explorador que transmite por escrito, as suas próprias descrições, sendo que cada descrição corresponderá a um território inventado com sua presença humana (ou ausência da mesma). Da junção das várias descrições (uma por aluno/participante) compilar-se-á um livro, de textos descritivos, quanto a geografias longínquas e seus habitantes. A descrição/texto individual poderá incidir sobre a vertente natural (fauna e flora existentes nesse “mundo”), ou na vertente humana, seja no vestuário, alimentação, arquitetura, etc. (ficando esse ou esses elementos ao critério de cada aluno/participante, bem como o grau de detalhe). 

A cada texto – manuscrito e idealmente criado em contexto de sala de aula – far-se-á pelos e com os professores/tutores a revisão e transcrição para um formato Word. Esse conjunto já revisto será formatado para impressão por um designer profissional e posteriormente impresso em livro. A cada turma corresponde normalmente um caderno do livro (que não excede as 32 ou 36 páginas) e é do conjunto dos cadernos das turmas participantes que se forma o livro “completo” das descrições e dos “mundos”. 

A analogia subjacente é a de que nenhum de nós conhece a totalidade do “Mundo” e apenas com a junção dos vários “mundos” e experiências individuais, partilhadas, se poderá conhecer mais adequada e corretamente o que nos rodeia. 

No ano em que se celebram os 500 anos do início da Viagem de Circum-navegação de Fernão de Magalhães, presta-se, igualmente, homenagem a esse explorador, que cerca de 200 anos depois de Marco Polo, encontrou e interagiu com outros territórios, povos e civilizações.

Os Cadernos de "O Outro Marco Polo (...)"
- Fase-Piloto

Andrómeda - Setor I

[Escola Básica da Ribeira, 3.º B] Autores: Aline da Veiga, Artur Pinto, Beatriz Cardoso, Diogo Silva Santos, Filipe Rodrigues, Gabriel Gonçalves, Gabriela Silva Pereira, Gonçalo Almeida, Guilherme Pinto, Helena de Almeida Moreira, João Duro, Katy Niang, Luís Capela, Manuel Castilho Macário, Malikson Emedi, Mariana Rodrigues, Maria Francisca Lopes, Matilde Santos, Miriam Campos Vicente, Nádia Ramos, Rodrigo Gomes, Tomás Matos Oliveira

Andrómeda - Setor II

[Escola Básica da Ribeira, 3.º B] Autores: Aline da Veiga, Artur Pinto, Beatriz Cardoso, Diogo Silva Santos, Filipe Rodrigues, Gabriel Gonçalves, Gabriela Silva Pereira, Gonçalo Almeida, Guilherme Pinto, Helena de Almeida Moreira, João Duro, Katy Niang, Luís Capela, Manuel Castilho Macário, Malikson Emedi, Mariana Rodrigues, Maria Francisca Lopes, Matilde Santos, Miriam Campos Vicente, Nádia Ramos, Rodrigo Gomes, Tomás Matos Oliveira

Andrómeda - Setor III

[Escola Básica da Ribeira, 4.º A] Autores: André Monteiro Marques, Érica Pais, Gabriel Barros, Gustavo Monteiro, Íris Marques, Luís Barros, Mauro Abreu, Olivia Morselli, Renata Mesquita Caulino, Rodrigo Loureiro da Costa, Simão Marques, Tomás Silva

Andrómeda - Setor IV

[Escola Básica da Ribeira, 4.º B] Autores: Afonso Paralta Rodrigues, Constança Ferreira Almeida, David Gouveia Pacheco, Joana Augusto Francisco, Lucas Fernando Santos Loureiro, Lucas Gabriel Oliveira Pereira, Maria Leonor Ferreira Marques, Miguel Cunha Ferreira

Máquina Pneumática - Setor I

[Escola Básica João de Barros, 3.ºB] Autores: Afonso Albuquerque, Beatriz Mel, Benedita Lopes, Diogo Costa, Francisca Almeida, Gabriela de Almeida Valente, Gabriel Monteiro, João Pedro Silva, Leonardo Leal, Leonor Cardoso, Leonor Nunes Costa, Luana Pinto, Lucas Barata, Manuel Gaspar, Maria Almeida, Maria Miguel Pinheiro, Martim Frias Amaral, Matilde Figueiredo, Miguel Vicente, Ricardo Rodrigues, Rodrigo Correia, Tiago Seixas, Victor José, Vitória Almeida

Fase-piloto
& Fase 1

A Fase-Piloto do projeto foi desenvolvida em Junho de 2019 para os Museus Municipais – Viseu e apresentada publicamente a 07 de Julho de 2019, no contexto do Festival Mescla (organizado pelo Município de Viseu). Nessa Fase participaram 5 turmas de 2 escolas distintas, do Agrupamento de Escolas Grão Vasco, num total de 83 alunos, com seus textos individuais. Cada um dos cadernos então produzidos encontra-se supra.

Os cinco cadernos daí resultantes foram disponibilizados durante o referido Festival e, de modo mais alargado, a cada um dos alunos participantes, no dia 20 de setembro de 2019, no auditório da Escola Grão Vasco, sede do Agrupamento. Essa data, em si simbólica, marca igualmente os 500 anos da partida da Expedição de Fernão de Magalhães (do porto de Sanlúcar de Barrameda). Igualmente nesse momento se deu início informal à Fase 1, que mantém a totalidade dos pressupostos apresentados.