Nº01 - 1ºTrim. 2012, 250 ex. }

Cultor: Joaquim Ribeiro Novo

Capucha de Alvite

"Tio Joaquim Laura (n.20-01-1937)
O último Meste da Capucha de Alvite
em actividade entre c.1955-2012(?)

"Burel (lã), linha, máquina de costura, tesoura, fita, régua, ferro para passar: e a mão-de-obra que exige. Em 3 horas faz-se uma capa. É mais fácil [agora] com o burel inteiro (é só cortar a capa), primeiro o burel vinha dividido ao meio: era preciso fazer ourelas, fazer costuras, passar a ferro aparar as costuras certinhas. Agora não tem emendas. O burel vem de Oliveira de Frades (o melhor que há: tem de ter peso para poder com o tamanho da capa). As peças [de burel] não são todas iguais. Normalmente tenteia-se 2,5m uma capa. Uma peça normal tem 30m; dando umas 15 capas, por aí assim. O burel tem de ser estendido no chão porque não cabe em nenhuma mesa; de joelhos tiram-se as medidas; é talhado à volta com a fita; roda-se; corta-se e então vem para a máquina. Aí é que se faz a capa. A nossa capa de Alvite distingue-se em todo o lado. Ninguém usa a capa como nós: nem na mesma medida, nem no mesmo burel, nem no mesmo feitio. No tempo em que aprendi a fazer as capas isto era o brio da nossa Terra, cada pessoa tinha sua capa em casa. Esta terra é muito fria e era um grande agasalho toda a vida. Uma capucha dura 3/4/5 anos, dependendo dos tratos. Quando uma estava mais deteriorada usava-se para trabalhar e comprava-se uma nova mais para os dias de festa. O orgulho maior da nossa terra era uma capucha (…). A terra em si era pobre e [a capucha] cobria tudo. A capinha cobria as misérias todas. Não ter uma capucha era sentir-se diferente das outras pessoas. Antes remendada que nenhuma capucha."

Actividade realizada em parceria com Gente da Nave - Associação de Promoção Social de Alvite,
parte do projecto Monumenta(L) e Actividade Associada do Ano Internacional Viseense 2012.

Capucha de Alvite - A última Peça

Ficha técnica

Realização: Luís Belo
Data e Local de Registo: 9 Jan. 2012 // Alvite, Moimenta da Beira



A apresentação

Do lado direito encontra-se o cartaz relativo à apresentação deste cromo. Para aceder ao registo de alguns dos momentos que acompanharam a apresentação, por favor veja a nossa página do facebook.

info@projectopatrimonio.com | Rua Silva Gaio nº29 3500-203 Viseu | 232 416 473 | 914 323 542
Todos os conteúdos são propriedade exclusiva da ANTROPODOMUS - Projecto Património, Lda.
A sua reprodução total ou parcial é expressamente proibida sem a respectiva autorização.
© ANTROPODOMUS - Projecto Património, Lda. 2012.